Ex-candidato a prefeitura de Piracanjuba vai processar deputado Amauri Ribeiro

Cláudio Grilo revelou que vai entrar com representação contra o deputado na justiça criminal e cível pelas agressões sofridos em via pública da cidade

Diante da divulgação dos vídeos que mostram a agressão sofrida,

O ex-candidato a prefeito de Piracanjuba, Cláudio Grilo (PRTB), decidiu processar o deputado Amauri Ribeiro (Patriota) depois que uma briga entre os dois viralizou nas redes sociais. Na versão de Grilo, o desentendimento, ocorrido na quarta-feira, 09, em Piracanjuba, foi motivado por manifestações feitas por ele a respeito de emendas que o parlamentar teria obtido para o município, mas os recursos não teriam chegado. Segundo Cláudio, ele, enquanto pessoa física, leva mais recursos para a cidade do que o patriota. “Ele transferiu o título para cidade de Caldas Novas, abandonou o povo de Piracanjuba e agora quer se destacar com essa briga”, afirma.

Câmaras de segurança registraram o momento da agressão. As cenas mostram que Cláudio tentar atropelar o deputado, que também disse que vai levar a questão à justiça. Amauri quer que Cláudio responda por difamação e tentativa de homicídio. “Estamos vivendo numa ditadura em que o cidadão brasileiro não pode manifestar sua opinião. Ele não gostou porque eu falei que nem 10% das emendas foram repassadas para melhorias da cidade”, diz ao Jornal Opção.

O empresário e ex-candidato a prefeito contou que foi até uma loja que comercializa materiais de construções e se surpreendeu com as agressões de Amauri. “Eu não gosto de briga, mas, diante dos ataques, acabei trocando murros com o deputado”, acrescenta. Cláudio afirmou também que, ao contrário do que acontece com outros moradores de Piracanjuba, onde Amauri foi prefeito, o deputado não o intimida. “Posso até morrer debaixo dos seus pés dele, mas não calo a boca para você”, falou. Cláudio vai entrar com representação contra o deputado na justiça criminal e cível pelas agressões sofridos em via pública da cidade. “Depois de ter sido agredido fisicamente por Amauri, me desloquei até o hospital da cidade, onde fui submetido ao exame de corpo de delito. Além disso, registrei boletim de ocorrência contra Amauri”, narra.

Ele disse que tem testemunhas que presenciaram a briga. Além disso, vai juntar ao processo imagens do circuito externo dos estabelecimentos comerciais. Um deles flagrou o momento em que o ex-candidato foi espancado pelo deputado estadual. No vídeo, aparece que Grilo sai da loja com algumas compras, o deputado estaciona a caminhonete dele e vai em direção ao veículo de Cláudio. Ainda nas imagens, é possível ver quando Ribeiro abre a porta do carro de Claudio e passa a dar socos e murros nele, que tenta se defender.

Procurado pelo Jornal Opção, o deputado, além de ter confirmado a discussão, disse que a briga ocorreu depois que o ex-candidato a prefeito passou a enviar áudios ofendendo o parlamentar nas redes sociais. “Por isso, fui tomar satisfação com Cláudio”. O parlamentar, inclusive, antecipou ao Opção que deve também entrar com ação na justiça contra Grilo pelo crime de tentativa de homicídio, já que ele pretendia passar com a caminhonete sobre ele, além de pedir indenização por danos morais, haja vista que passou a ser ofendido na internet. “Tenho os áudios que estavam sendo encaminhados nas redes sociais pelo ex-candidato a prefeitura, Grilo”, disse.

Polêmicas

Quando prefeito de Piracanjuba, Amauri protagonizou cenas controversas que tiveram repercussão nacional. Em 2015, ele foi envolvido em uma polêmica agressão à própria filha, à época com 15 anos, sob alegação de que encontrou fotografias íntimas dela no celular da própria jovem. Fotos da menor com hematomas, lesões na boca e nas costas circularam na internet. No mesmo ano, ele esteve no meio de uma confusão na Câmara Municipal de Piracanjuba e ameaçou agredir o vereador Reinaldo Celestino (PSC). O então prefeito precisou ser contido. Entre outras polêmicas, Amauri também já foi condenado por agredir um trabalhador em 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.