Eunício nega ser alvo de operação da PF deflagrada em Goiânia

Em nota, parlamentar também garante que a ação não diz respeito a empresas ou pessoas ligadas a ele

Eunício Oliveira (PMDB)

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), negou ser alvo da operação Tira-Teima, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira (10/4), em Goiânia, São Paulo e Fortaleza.

“O senador Eunício Oliveira, por meio de sua assessoria, informa: Ele não foi alvo da Operação Tira Teima. Tampouco pessoas ou empresas ligadas a ele foram alvo, ou sequer abordadas, na ação realizada na manhã dessa terça-feira”, informa a assessoria do parlamentar por meio de nota.

Mais cedo, durante evento, Eunício evitou comentar a operação à imprensa e se limitou a dizer que não sabia do que se tratava.

A Tira-Teima cumpriu nesta terça mandados de busca e apreensão no âmbito de um inquérito em que Eunício é investigado. Embora ele não seja diretamente alvo dos mandados, a informação é de que a operação mira pessoas ligadas a ele.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.