Etanol fica mais caro em 19 estados e Distrito Federal

Embora o preço do biocombustível tenha barateado durante pandemia, após flexibilizações, postos voltam a encarecer litro do produto

Foto: Reprodução

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do etanol hidratado subiu em 19 estados, além do Distrito Federal desde o último fim de semana.

O aumento foi de 2,68% em relação à semana anterior, em que o litro médio custava R$2,61 e subiu para R$2,68. A variação do último mês foi de 5,22%, de R$2,54 para R$2,68.


No estado de São Paulo, a cotação sofreu alta de 2,85% na comparação com a semana passada. Nos últimos 30 dias, o aumento foi de 6,13%. Atualmente, o biocombustível é encontrado por R$2,49.

Na semana anterior, seu preço flutuava em R$2,42 e há 30 dias em R$2,34. A maior alta da semana ocorreu na Bahia, em que o etanol hidratado ficou 5,59% mais caro. Já to Tocantins, teve queda nos preços de 8,03%.


Na comparação do mês, houve queda em 13 estaos e Distrito Federal. Outros 13 apresentaram alta nos preços. O menor preço detectado em todo país foi em um posto de São Paulo, em que o biocombustível custava R$2,03 o litro.

Já o maior preço foi encontrado em um posto do Rio Grande do Sul, em que o preço do litro custava R$4,79. O maior preço médico, de acordo com a ANP é do Amapá, que fica em torno de R$3,93.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.