Estudo brasileiro revela que cães e gatos podem ser infectados pelo coronavírus

A mesma pesquisa em questão aponta que os animais não são capazes de transmitir o vírus para os humanos 

Um estudo realizado no Rio de Janeiro revelou que cães e gatos podem ser infectados pelo novo coronavírus. A alta taxa de positividade do Sars-CoV-2 é um indicador da elevada disseminação da pandemia, uma vez que o vírus é transmitido de seres humanos para animais. 

Veterinários alertam para o fato de que não há nenhuma comprovação de que cães e gatos transmitam a doença para seres humanos.

A médica veterinária Andrea Ribeiro afirma que é de extrema importância que as pessoas entendam que não existem estudos que comprovem que os animais são capazes de transmitir a doença para seus donos. “As pessoas precisam entender isso para não começarem a ter medo e abandonarem seus animais de estimação.”, reitera ela. 

Cães e gatos também passam pela realização do exame do tipo RT-PCR para a detecção do vírus em seu organismo. Andrea Ribeiro afirma ainda que não existem registros que denotem que a causa da morte de algum animal no Brasil, tenha se dado pela covid-19. 

“É importante que as pessoas que testarem positivo para a doença se isolem de seus animais, pois elas podem acabar transmitindo o coronavírus para seus pets. Cães e gatos também devem seguir recomendações como evitar aglomerações. Neste momento, devemos tomar bastante cuidado, pois tudo ainda é muito incerto.”, ressalta Andrea. 
O estudo que irá se aprofundar mais na questão da contaminação de cães e gatos pelo vírus da covid-19, será realizado por uma colaboração entre o Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Pesquisas Biomédicas, do Hospital Naval Marcílio Dias; do Laboratório de Imunofarmacologia da Fiocruz e da Clínica Rio Vet, em São João de Meriti. Os cientistas vão avaliar se os animais desenvolveram anticorpos contra o Sars-CoV-2 e se estes têm capacidade de atacar o vírus com sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.