Estudante de biologia é preso por manter 11 cobras exóticas em apartamento

Ele deve responder, em liberdade, por crime ambiental e, se condenado, pode pegar quatro anos de prisão

A polícia prendeu um estudante de biologia suspeito de manter 11 cobras exóticas dentro do apartamento onde morava, em Valparaíso de Goiás, entorno do Distrito Federal. Para Polícia Civil, ele disse que mantinha as serpentes em casa por hobby. O nome dele não foi divulgado.

Segundo a delegada Samya Noleto, agentes da Secretaria do Meio Ambiente de Valparaíso solicitaram apoio depois de receber denúncia de que várias cobras estavam sendo criadas no local de forma irregular. Durante a abordagem, ele confessou a autoria sob argumento de que gosta de animais exóticos. Diante da não comprovação da procedência e autorização para manutenção dos animais, o acusado foi conduzido para delegacia onde foi lavrado o procedimento.

O estudante assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. Ainda, conforme a investigadora, ele deve responder, em liberdade, por crime ambiental, e se condenado pode pegar quatro anos de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.