“Estou decepcionado e surpreso com seu comportamento”, diz Bolsonaro sobre Moro

Acompanhado dos seus atuais ministros, presidente se defendeu das acusações de Sérgio Moro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) concedeu coletiva para rebater as falas do ex-ministro da Justiça Sério Moro, que se demitiu do governo. Reunido com todos os seus atuais ministros, o presidente alegou que Moro tem compromisso “com o próprio ego”, “consigo próprio” e “não com o Brasil” e disse estar “decepcionado e surpreso com seu comportamento”.

Bolsonaro começou seu pronunciamento dizendo que “sabia que não seria fácil. Uma coisa é você admirar uma pessoa. A outra é conviver com ela, trabalhar com ela”. apontando que Moro é uma pessoa muito vaidosa.

Para rebater a acusação feita por Sérgio Moro de que o presidente tenta interferir na Polícia Federal, ele disse “mais de uma vez, o senhor Sergio Moro disse para mim: ‘Você pode trocar o Valeixo (superintendente da PF) sim, mas em novembro, depois que o senhor me indicar para o STF'”, declarou o presidente.

Bolsonaro disse que pedia a Moro um relatório diário sobre atividades da Polícia Federal, a fim de poder tomar decisões. “Falava-se em interferência minha na PF. Oras bolas, se posso trocar ministro, por que não posso, de acordo com a lei, trocar o diretor da PF? Não tenho que pedir autorização para ninguém para trocar diretor ou qualquer outro que esteja na pirâmide hierárquica do Poder Executivo”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.