Estelionatários são presos após consumirem mais de R$ 9 mil no Hot Park

Pagamento da conta foi realizado em diferentes cartões de crédito, o que levantou suspeita nos funcionários do parque que acionaram a polícia

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia de Polícia de Rio Quente, efetuou a prisão, em flagrante, de três homens e a apreensão de um adolescente em virtude dos crimes de estelionato e corrupção de menor.

De acordo com as informações recebidas pelas autoridades, seis pessoas se encontravam no interior do parque aquático Hot Park e, durante todo o dia, realizaram sucessivas aquisições de produtos e gêneros alimentícios que totalizaram um total de aproximadamente R$ 9.300,00.

Ainda segundo o contato telefônico feito por um funcionário do parque, o pagamento de toda a despesa foi sido realizado em diversos cartões de créditos, todos de titularidade de terceiros, de modo a levantar suspeitas sobre uma possível conduta criminosa.

Após receberem as informações, uma equipe de policiais civis se dirigiu até ao local, onde foi efetuada a identificação dos envolvidos que terminaram, posteriormente, qualificados sendo dois menores e quatro maiores. Os que não foram alvo de prisão/apreensão foram ouvidos no procedimento como testemunhas.

A Polícia Civil apurou que nenhum deles dispunha de dinheiro ou de condições financeiras para arcar com o montante da dívida. Todavia, um outro envolvido, também já identificado, realizava todo o pagamento de maneira remota, através do uso de cartões de crédito clonados.

Uma grande quantidade de bebidas e outras mercadorias foram apreendidas com os envolvidos. Os autores foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Caldas Novas, onde acabaram autuados pela prática dos crimes de estelionato e corrupção de menor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.