Deputado da oposição repudiou articulação de parlamentares da base para derrubar medida

O deputado estadual Lucas Calil (PSD) manifestou insatisfação com a união de deputados da base do Governo para dar fim ao Orçamento Impositivo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). “É uma pena que eles, que são os maiores beneficiados com as emendas, estejam priorizando seus conchaves, indicações políticas e outros privilégios ofertados pelo governador”, disse.

Calil ainda defendeu a necessidade das emendas impositivas. “Elas podem ser direcionadas aos vereadores e para o povo que vota e depende diretamente do trabalho dos deputados estaduais”, explicou. Para ele, essa articulação do governador para derrubar o orçamento é incoerente com seu passado no Legislativo.

“Quando Ronaldo Caiado (DEM) era senador ele era o maior defensor das emendas no Congresso Nacional. Agora que é governador fomenta esse tipo de atitude entre os parlamentares goianos. Uma pena ver ele fazendo do Palácio das Esmeraldas um balcão de negócios”, lamentou.

Para ele, toda essa articulação é em benefício dos próprios parlamentares envolvidos. “Todos nós sabemos que as emendas impositivas acabam com o toma lá da cá. Por isso serei sempre contrário ao fim desse direito e usarei minha voz como deputado para articular a derrubada dessa intenção”, pontuou.