Estagnado, Iris relativiza pesquisas e diz que quer ganhar no 1º turno

Últimos levantamentos para a Prefeitura de Goiânia mostram diminuição da vantagem do peemedebista frente ao segundo colocado, Vanderlan Cardoso (PSB)

Iris Rezende durante coletiva na Acieg | Foto: Larissa Quixabeira

Iris Rezende durante coletiva na Acieg | Foto: Larissa Quixabeira

Apesar de não apresentar crescimento nas pesquisas de intenções de voto para a Prefeitura de Goiânia, o candidato Iris Rezende (PMDB) afirmou na manhã desta segunda-feira (19/9) que “não se dirige por pesquisas” e que está “preocupado mesmo é vencer as eleições no primeiro turno”.

Segundo pesquisa Serpes / O Popular divulgada no último domingo (18/9), o peemedebista aparece em primeiro lugar com 37,6% das intenções de votos, mesma margem apresentada há quatro rodadas. Enquanto isso, Vanderlan Cardoso (PSB) se aproximou do primeiro colocado ao crescer fora da margem de erro e atingir 27,1% das intenções de voto.

Quando questionado se pretende mudar a estratégia de campanha diante deste cenário, o ex-prefeito de Goiânia afirmou que continua trabalhando para vencer as eleições no primeiro turno. “Eu estou muito preocupado mesmo é em vencer as eleições no primeiro turno. Estou trabalhando para isso, dia e noite, fazendo caminhadas, carreatas e reuniões”.

Além disso, Iris Rezende relativizou os resultados das pesquisas eleitorais. “Eu não me dirijo por pesquisas. A vida me ensinou que nem sempre acontecem como preveem os pesquisadores. Numa cidade com 1,4 milhão de habitantes, consultar 600 pessoas. Isso é relativo”.

Apesar da declaração, desde o começo da campanha, Iris Rezende tem comemorado o primeiro lugar. No programa eleitoral do último sábado (17) mesmo, o candidato do PMDB mostrou confiança em pesquisas de opinião. Veja:

iris2 iris-1

“Faço a minha campanha levando as minhas propostas. Se o povo entender que são as melhores, amanhã estarei eleito. Se não, tenho humildade o suficiente para entender que, na democracia, quem manda é o povo no momento do voto”, arrematou o candidato.

Ele concedeu entrevista à imprensa após participar de sabatina promovida pela Associação Comercial Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.