Estado Islâmico assume autoria de atentado em Berlim

Segundo agência de propaganda do grupo extremista, “soldado do EI” realizou ataque em resposta aos apelos de atingir cidadãos de países que lutam contra organização

Nesta terça-feira (20/12), o grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado contra uma feira natalina em Berlim ocorrido nesta segunda-feira (19). Um caminhão foi lançado na multidão e deixou 12 mortos e 48 feridos.

Segundo a agência de propaganda do grupo, a Amaq, um “soldado do EI executou a operação de Berlim, em resposta aos apelos de visar cidadãos de países da coalizão internacional que luta contra a organização”.

Pelas circunstâncias, o atentado de Berlim — classificado como “ato terrorista” pela chanceler alemã, Angela Merkel — lembra o cometido em Nice, na França, há cinco meses. Na cidade, pessoas que comemoravam o feriado da Queda da Bastilha formam atropeladas por um caminhão, o mesmo tipo de ataque de Berlim.

 

Mais cedo, a polícia de Berlim informou que não tinha certeza de que o suspeito detido na segunda-feira (19) seja o verdadeiro autor do ataque.  “Na verdade, não é certo que se trate do motorista”, disse o chefe da polícia, Klaus Kandt, sugerindo que o verdadeiro responsável poderia estar foragido. “O suspeito nega os fatos”, tuitou paralelamente a polícia, pedindo que a população permaneça vigilante. (Com informações da Agência Brasil)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.