Estabelecimentos atingidos pela “Lei Seca” terão novos horários de funcionamento em Goiânia

Decreto com novos horários será publicado nas próximas horas. Decisão vem após reunião do prefeito Rogério Cruz com Sindibares

Presidente do Sindibares disse que estabelecimentos não podem pagar sozinhos a conta pelo aumento de casos de coronavírus em Goiânia | Foto: Divulgação

Na última quarta-feira, 27, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos), assinou um decreto em conformidade com a “Lei Seca” proposta pelo governador Ronaldo Caiado. Neste decreto, bares e restaurantes teriam de funcionar até às 23h, enquanto distribuidoras e lojas de conveniência funcionariam até às 20h. A medida não agradou os comerciantes, que usaram as redes sociais para protestar e, com uma carreata, os pedidos pela flexibilização de horário ganharam as ruas. 

Em entrevista ao Jornal Opção na noite desta terça-feira, 2, Newton Pereira, presidente Sindicato dos Bares e Restaurantes do Município de Goiânia (Sindibares), disse que houve uma reunião com o prefeito na última sexta-feira, 29. Durante a conversa, Newton disse que a entidade não poderia mais pagar a conta sozinho por conta do número do aumento de casos na capital nas últimas semanas. A entidade apresentou para o prefeito números acerca dos novos casos diários e dos óbitos desde julho, quando houve a primeira reabertura de bares e restaurantes, até o final de 2020. Segundo Newton Pereira, durante o período houve queda sucessivas dos óbitos e dos casos confirmados em Goiânia. O presidente do Sindibares apontou as eleições municipais como o principal vilão no aumento de novos casos e óbitos não só na capital, mas no Brasil todo. “O que ocasionou o repique do coronavírus em todo o Brasil foram as eleições municipais, onde mais de 530 mil candidatos foram às urnas e esses candidatos contrataram mais de 10 milhões de cabos eleitorais que foram pra rua de forma irresponsável, sem observar os protocolos e houve a maior propagação do coronavírus. Esse foi o grande motivo do repique do coronavírus no Brasil”, revelou o teor da conversa com o prefeito. 

Segundo Newton Pereira, Rogério Cruz foi bastante receptivo durante a conversa, o que poderia levar a uma flexibilização no horário de funcionamento. No novo decreto, bares e restaurantes funcionariam até à meia noite, enquanto distribuidoras e conveniências teriam o horário de funcionamento ampliado até às 23h. “Este decreto está sendo preparado e deverá ser publicado nas próximas horas”. 

Durante a reunião também foram apresentadas soluções para contornar o aumento diário da ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19. Segundo Newton Pereira, a entidade pediu para que a prefeitura retomasse o número de 242 leitos que havia em setembro de 2020. Com essa medida, Goiânia que está com 60% de ocupação, cairia para algo em torno de 36% de ocupação. “Ele se sensibilizou e disse que conversaria com o secretário de Saúde, no sentido de retornar com os leitos que foram retirados, para que assim possam ser tratadas todas as pessoas que necessitarem de qualquer apoio hospitalar”, pontuou Newton Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.