Esposa de Queiroz tem mandado de prisão e é considerada foragida

Esposa de Queiroz também trabalhou no gabinete de Flávio Bolsonaro à época em que ele ocupou o cargo de deputado estadual na Alerj

Após Fabrício Queiroz ter sido preso, na manhã desta quinta-feira, 18, por ser alvo de investigações em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o Tribunal de Justiça autorizou um novo mandado de prisão, porém, desta vez, contra a esposa de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar.

Ela trabalhou com o marido no gabinete de Flávio Bolsonaro à época em que ocupou o cargo de deputado estadual pelo Rio de Janeiro (2003-2019). O mandado foi expedido pela 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) e está sendo cumprido com o auxílio da Polícia Federal (PF).

Ela é uma das sete parentes que Queiroz emplacou junto ao mandato do então senador. Além do casal, é investigada a atuação da enteada e das duas filhas.

Vale lembrar que o Ministério Público investiga crimes de peculato, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e organização criminosa. (Com informações do O Globo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.