Especialistas de Harvard apontam que faltará UTI no Brasil ainda este mês

Estudo foi realizado a pedido do Ministério da Saúde para analisar impactos do coronavírus no sistema de saúde brasileiro

Foto: Reprodução

Um estudo realizados por especialistas de Harvard concluiu a falta de UTIs para pacientes infectados pela Covid-19 deve atingir o Brasil ainda em abril. A pesquisa, realizada a pedido do Ministério da /saúde brasileiro, sugere que o governo federal assuma o controle dos hospitais privados.

Os autores do estudo concluem que o país terá problemas com os equipamentos mais críticos para tratamento da doença já neste mês e detalham inclusive previsões de data para que isso ocorra nas cidades em diferentes cenários de propagação da doença.

A pesquisa prevê que nove capitais — São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Brasília, Fortaleza e Salvador — terão faltas de leitos, unidades intensivas e ventiladores mecânicos.

O estudo de Harvard ainda alerta para a oferta desigual de leitos e unidades intensivas pelo SUS entre as regiões e estimula o compartilhamento  de equipamentos nas áreas públicas e privadas.

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, elencou ontem a dificuldade de adquirir respiradores e equipamentos de proteção individual para os agentes da saúde como uma das principais preocupações do momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.