Escritora Lygia Fagundes Telles recebe indicação ao Nobel de Literatura

União Brasileira de Escritores (UBE) é a responsável por indicar o nome da paulistana à Academia Sueca, responsável pelo Prêmio Nobel

UBE indicou a escritora ao Prêmio Nobel de Literatura de 2016 | Foto: Reprodução

UBE indicou a escritora ao Prêmio Nobel de Literatura de 2016 | Foto: Reprodução

A escritora paulistana Lygia Fagundes Telles foi indicada ao Prêmio Nobel de Literatura de 2016 nesta quarta-feira (3/2) pela União Brasileira de Escritores (UBE). A indicação foi enviada pela UBE hoje à Academia Sueca.

Lygia, que já recebeu os prêmios Camões e Jabuti de literatura, foi escolhida por unanimidade pela diretoria da UBE. De acordo com Durval de Noronha Goyos, presidente da entidade, a paulistana é a maior escritora brasileira viva, com qualidade inquestionável em sua produção literária.

A previsão de anúncio do Prêmio Nobel, que inclui as categorias Literatura, Medicina, Física, Química e da Paz, é que aconteça em outubro na capital sueca, Estocolmo. Quatro das premiações são realizadas em Estocolmo. Apenas o Nobel da Paz é entregue em Oslo, na Noruega.

Se Lygia vencer o prêmio, ela será a primeira brasileira condecorada com um Nobel de Literatura. Aos 92 anos, a paulistana recebeu três Jabutis – 1966, 1974 e 2001 — e um Camões, em 2005.

A obra de Lygia, que inclui romances, contos, poemas e crônicas, já foi traduzida para o alemão, espanhol, francês, inglês, italiano, polonês, sueco e tcheco, tendo sido, também, editada em Portugal. Além disso, foi adaptada para o cinema (Capitu, As Meninas) e teatro (As Meninas) e TV (O Jardim Selvagem, Ciranda de Pedra, Era Uma Vez Valdete).

Integrante do Conselho Diretor da UBE, Lygia participou da fundação da entidade.

Em 2015, a jornalista e escritora bielorrussa Svetlana Alexievich recebeu o Nobel de Literatura.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.