Equipe de transição do prefeito Maguito avalia pandemia em Goiânia

Solução é a prorrogação do Decreto de Calamidade Pública na Capital, o que já foi feito. Porém, o número de casos de Covid-19 não para de subir

Primeira reunião da equipe de transição da prefeitura de Goiânia. Hoje foi realizada mais uma | Foto: Divulgação prefeitura

A equipe de transição ao governo Maguito Vilela (MDB), em conjunto com a equipe de Iris Rezende analisaram os números da pandemia de Covid-19 em Goiânia, para avaliação do cenário em que a equipe do prefeito eleito assumirá a cidade a partir do dia 1 de janeiro. A reunião foi realizada na manhã desta quarta-feira, 16.

Segundo o presidente estudual do MDB, Daniel Vilela, que lidera a equipe de transição, se tratou de uma reunião de apresentação do cenário. “A solução que poderia ser tomada já foi feita, que era a prorrogação do Decreto de Calamidade Pública na cidade de Goiânia”, disse ao Jornal Opção.

Por sugestão do comitê de transição, o prefeito Iris Rezende (MDB) publicou decreto na último dia 8 de dezembro com a prorrogação do estado de calamidade em Goiânia por 180 dias. A intenção é que não haja nenhuma interrupção nos serviços de Saúde, sobretudo aqueles contratados de forma emergencial durante a pandemia.

Segundo boletim da Secretaria Municipal de Saúde, Goiânia tem 297.241casos da doença causada pelo coronavírus e 6.586 óbitos confirmados. Estudo da FioCruz aponta que pode ocorrer aumento no número de casos da Covid-19 em Goiás em meados de janeiro.

Secretariado

A equipe de transição evita falar em nomes que irão compor o novo Paço, que assume no dia 1º de dezembro. A intenção é que o próprio Maguito, que ainda se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, apresente os nomes. Daniel Vilela diz que a equipe será conhecida no dia 1º de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.