Equipe de transição espera participação de Maguito para definir secretariado

“Não vemos dificuldade nisso, há tempo suficiente”, afirma vice-prefeito eleito

Rogério Cruz | Foto: Felipe Cardoso/ Jornal Opção

O vice-prefeito eleito Rogério Cruz (Republicanos) falou ao Jornal Opção sobre os trabalhos da equipe de transição para o governo Maguito Vilela (MDB) na prefeitura de Goiânia. O grupo teve a primeira reunião na manhã desta terça-feira, 8, e pode se reunir mais duas vezes nesta tarde.

De acordo com Rogério, que faz parte do grupo operacional, a transição deve ser muito tranquila por ocorrer entre o próprio partido. “Estamos deixando o grupo que busca os relatórios trabalhar tranquilamente e eu integro a equipe que vai receber e trabalhar em cima desses relatórios”, detalha.

A boa situação da prefeitura é outro ponto que, segundo Rogério, facilita os trabalhos. “É uma situação muito positiva, está tudo em ordem, as verbas estão garantidas, as licitações para as obras foram todas muito corretas. O caixa também está positivo então não vejo muita dificuldade”, pontua.

Algumas áreas, neste momento, estão tendo o olhar especial da futura gestão, são elas educação e saúde. Isso se deve à preocupação relacionada ao enfrentamento da pandemia da Covid-19. A ideia é conhecer a fundo os programas já montados nessas áreas.

Equipe de transição | Foto: Reprodução

Cruz aproveitou a oportunidade para tecer elogios à capacidade técnica da equipe escolhida para a transição e lembrou que todos os nomes têm experiência e relacionamento próximo com a gestão Iris Rezende (MDB).

“O Daniel é presidente estadual do partido, já foi deputado estadual, federal, vereador e tem bastante experiência. O Agenor Mariano é um conhecedor da nossa prefeitura, o ex-deputado Euler de Morais é um crânio da política e participou dos trabalhos em Aparecida, e o vereador Andrey Azevedo tem muita experiência em secretárias. Por fim, o José Firmino, assim como o Andrey, é advogado e vai acompanhar os relatórios jurídicos”, detalha.

Secretariado fica para depois

A definição do secretariado, de acordo com o vice, vai esperar mais um pouco. “Estamos com muita convicção de que o reestabelecimento do Maguito está muito positivo e terá tempo de sentarmos com ele para fechar isso, até porque ele já devia ter em mente alguns nomes para a montagem do secretariado”, diz Cruz.

“Ao retirar a traqueo [traqueostomia] a recuperação da voz ocorre em torno de três dias. Aí ele já conseguirá falar baixinho, sabemos que será preciso fazer fisioterapia, mas o importante é que estará consciente e poderá dar o sinal de positivo e negativo, o que já é suficiente para a gente”, revela Rogério.

Para o grupo, há tempo suficiente para fazer essa definição, até porque a apresentação do secretariado não é necessária na posse.  “Temos tempo para apresentar os nomes e para nomeá-los. Não vemos dificuldade nisso, há tempo suficiente”, encerra o vice-prefeito eleito, que viajou a São Paulo no sábado para visitar Maguito.

“No momento que cheguei para vê-lo tive a boa notícia dada pelo Daniel de que os médicos estavam fazendo o procedimento para a retirada da ECMO [que dava suporte aos pulmões]. Então, não pude vê-lo mas fiquei muito feliz pela boa notícia. Ele está se recuperando bem”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.