Entrega de 108 mil kits de alimentação escolar é iniciada; semestre deve contar com cinco remessas de distribuição

No primeiro semestre, R$ 14 bilhões já foram investidos no programa e possibilitaram a distribuição de 540 mil kits de alimentação escolar

Entrega de 108 mil kits de alimentação escolar é iniciada | Foto: Reprodução

Entrega de kits de alimentação escolar é iniciada pela Prefeitura de Goiânia nesta segunda-feira, 13. Ao todo, serão distribuídos 108 mil kits a todos os alunos matriculados na rede municipal de ensino. Após o retorno, os alimentos continuarão a ser entregues pela Secretaria Municipal de Educação (SME) às famílias. Repasses serão realizados até 24 de setembro.

No primeiro semestre, foram realizadas três entregas de kits. A previsão é que no segundo semestre ocorram cinco remessas. A Escola Municipal Marechal Ribas Junior, por exemplo, que é localizada na Vila Redenção, atende cerca de 180 crianças, de forma integral, na faixa etária de 6 a 10 anos, e abriu a instituição logo cedo para iniciar as entregas.

Isaque Carlos, pai do Gustavo, de 9 anos, que é aluno da escola, falou sobre a importância dos kits, mesmo com o retorno das aulas de forma presencial. “Meu filho de 9 anos estuda aqui e está só no sistema remoto ainda. Para nós, continuar com a entrega dos kits mesmo depois de voltar as aulas, é uma força, um ganho a mais. Do jeito que está a pandemia, com serviço difícil e salário abaixando, é essencial. Prefiro que o Gustavo permaneça em casa, enquanto temos essa opção”, disse.

Os kits começaram a ser entregues às famílias no início da pandemia da Covid-19, quando as aulas presenciais foram suspensas, de modo a não desassistir as famílias que contam com a merenda escolar como parte da nutrição diária. Para cobrir esse serviço, foi disponibilizado recurso do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE).

Na lista de itens a serem entregues às famílias estão alimentos como arroz, feijão, macarrão, farinha de milho flocada, leite e sardinha. Os repasses seguem todos os protocolos de prevenção à Covid-19 e são acompanhados pela Superintendência de Gestão da Rede e Inovação Educacional da SME.

Desde o início de 2021, R$ 14 bilhões já foram investidos no programa e possibilitaram a distribuição de 540 mil kits de alimentação escolar. “Por isso, a continuidade desse programa é tão importante. Com o retorno das atividades presenciais em um formato híbrido e escalonado, muitas crianças ainda passam semanas alternadas em casa. Neste cenário, o poder público tem que cuidar de quem está em sala de aula e de quem está em casa”, afirma. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.