Entidades ambientalistas publicam moção contra Ministro do Meio Ambiente

Documento foi publicado após evento com alegação de agressões e “segregação de cargos” com lugares marcados

Reunião do Conama | Foto: reprodução

Representantes ambientalistas do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) divulgaram nesta terça-feira, 26, uma moção de repúdio contra o que consideraram ter sido “condução autoritária e irregular” do ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles durante evento da classe.

O texto aponta que o ministro teria descumprido o regimento interno da instituição  durante a 59ª Reunião Plenária Extraordinária da entidade, ocorrida em 20 de março. As treze instituições que assinam a nota afirmam que a irregularidade foi explicita na decisão de Ricardo em dividir os conselheiros titulares, suplentes e o público em geral em diferentes salas.

“É inaceitável o que assistimos na reunião. Suplentes barrados, lugares marcados e descumprimento do regimento interno, além de agressões”, afirma Carlos Bocuhy, presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) e conselheiro titular no Conama, presente na reunião.

Entre as treze instituições que assinam a nota estão o PROAM – Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental – SP, CNS – Conselho Nacional dos Seringueiros – Representante da Sociedade Civil, FBCN – Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza – RJ e o Instituto MIRA-SERRA – RS.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.