Entenda como será programação da posse de Bolsonaro

Cerimônia conta com a presença de 11 chefes de Estado, 11 chanceleres e 18 enviados

Foto: Divulgação

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) toma posse nesta terça-feira, 1º, em Brasília, durante a tarde. A solenidade, que vai das 14h45 às 18h, terá uma programação cheia, que vai desde coquetel a desfile.

Na véspera da cerimônia, estavam confirmados os nomes de 11 chefes de Estado (presidentes), 11 chanceleres, 18 enviados especiais e três diretores de organismos internacionais. A maioria é de representantes da América do Sul.

Quatro líderes estrangeiros que confirmaram presença chamam atenção da imprensa internacional. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu; o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo; e o presidente da Hungria, Viktor Orbán, além do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Programação

Para a posse, acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, o presidente eleito deixará a Granja do Torto, por volta das 14h10, seguindo para a Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, onde se encontrará com o vice-presidente Hamilton Mourão.

Na Catedral, é realizada a troca de carros e se inicia o deslocamento dos dois casais, em veículos separados, até o Congresso Nacional. No trajeto, que deve durar cerca de 10 minutos, a comitiva presidencial é acompanhada por policiais a pé, por batedores da Polícia do Exército e pelo 1º Regimento de Cavalaria de Guardas – Dragões da Independência.

A sessão solene de posse é aberta às 15h pelo presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE). Nesta sessão, Bolsonaro assume o compromisso de “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

O juramento é seguido do primeiro discurso de Bolsonaro como 38º presidente do Brasil. Parlamentares e convidados participam da solenidade que deve durar cerca de 45 minutos e acontece no plenário da Câmara dos Deputados. Na saída do Congresso, Bolsonaro acompanhará a execução do Hino Nacional, a salva de 21 tiros de canhão e a exibição da Esquadrilha da Fumaça, bem como passará em revista às tropas.

Bolsonaro e Mourão, acompanhados das respectivas esposas, subirão a rampa do Palácio do Planalto por volta das 16h20. Serão recebidos pelo presidente Michel Temer e pela primeira-dama Marcela Temer. Todos seguirão para o parlatório. Depois de passar a faixa presidencial, Temer e a primeira-dama se despedem do Palácio do Planalto.

Já com a faixa presidencial, Bolsonaro se dirigirá à nação, em um pronunciamento de aproximadamente 30 minutos, que será acompanhado pelo público presente na Praça dos Três Poderes. Após o discurso, o presidente vai para o Salão Nobre onde receberá os cumprimentos dos convidados e dará posse aos 22 ministros. O ato é seguido da fotografia oficial. A partir das 18h30, o casal Bolsonaro receberá os convidados em um coquetel no Palácio Itamaraty.

Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.