Enem de 2021 adota novas medidas de segurança contra Covid-19

As regras consistem em evitar o contágio da doença; medida prevê ainda a eliminação do candidato

Assim como na edição de 2020, o participante desde ano de 2021 que não usar mascara facial ou que tenha doenças infectocontagiosas não poderá fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A medida ainda prevê a eliminação do candidato.  

As provas serão aplicadas nos dias 21 e 22 deste mês. As regras valem para ambas versões. Em sala, os estudante deverão permanecer com a máscara durante toda a realização do exame. O edital prevê ainda que a máscara deve ser usada da maneira correta, cobrindo o nariz e a boca. Os candidatos também podem levar outras máscaras para trocar durante a aplicação, seguindo a recomendação de especialistas da área de saúde. 

No dia da prova, o equipamento de proteção poderá ser retirado apenas para a identificação dos participantes, assim como para comer ou beber. Toda vez que retirar a máscara, os participantes não podem tocar na parte frontal dela, e devem, em seguida, higienizar as mães com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador. 

Outra regra é o distanciamento social. As salas estarão dispostas de forma a assegurar a distância entre os participantes. O candidato diagnosticado com covid-19 ou outras doenças não devem comparecer aos locais de prova e podem solicitar a reaplicação do exame. Além da Covid-19, essa regra se aplica a candidatos com tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por haemophilus influenza, doença meningocócica e outras. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.