Enel beneficia 500 famílias do Residencial JK com Projeto Chuveiro Eficiente

Programa que faz parte da Agenda 2030 das Nações Unidas pretende, até o final do ano, instalar chuveiros econômicos para 5.500 clientes de 20 municípios goianos

Chuveiro eficiente gasta 33% menos energia que um convencional | Foto: Enel/ Divulgação

A Enel Distribuição Goiás lançou nesta quarta-feira, 12, o projeto Enel Compartilha Eficiência – Chuveiro Eficiente, no Residencial JK, região Noroeste de Goiânia. Serão 500 famílias beneficiadas no bairro com a instalação de chuveiros que consomem 33% menos energia que um convencional.

A intenção é de que até o final do ano 5.500 clientes espalhados em 20 municípios goianos sejam beneficiados. O programa faz parte da Agenda 2030 das Nações Unidas e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), especialmente ao ODS 7 – Energia Limpa e Acessível.

Os chuveiros serão implantados em bairros de alta vulnerabilidade social e com pré-requisitos necessários para a instalação dos equipamentos, com as devidas condições técnicas e espaços. Para receber o benefício também é necessário ter o cadastro da Enel atualizado.

As instalações serão realizadas por dois técnicos, sendo um homem e uma mulher para que as mulheres se sintam à vontade ao receberem a equipe em sua residência. Além do chuveiro, também serão trocadas até cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por outras de LED, que são mais econômicas. O descarte das lâmpadas antigas serão realizadas pela própria equipe da Enel de acordo com os protocolos ambientais.

Ainda, a Enel irá cadastrar clientes do bairro no Programa Tarifa Social de Energia Elétrica, do Governo Federal, que dá desconto de 65% nas contas de energia elétrica dos clietntes. Outros atendimentos também ficam disponíveis para a população nesta quarta. A empresa também realiza a instalação de postes, transformadores, cabos de energia e quilômetros de rede para suprir 500 moradias. A previsão de conclusão é para setembro.

Até o final deste ano, essa ação da Enel irá percorrer bairros vulneráveis dos municípios de Goiânia, Rio Verde, Goianésia, Aparecida de Goiânia, Morrinhos, Anápolis, Trindade, Caldas Novas, Piracanjuba, Brazabrantes, Bela Vista de Goiás, Goianira, Formosa, Luziânia, Águas Lindas de Goiás, Alvorada do Norte, Cromínia, Guarinos, Indiara, Novo Gama, Guapó e Santa Bárbara de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.