Empresário da JBS pediu para tirar ex-assessor de Temer de delação

Em ligação grampeada pela Polícia Federal, Ricardo Saud pede que nome de José Yunes seja retirado 

Ricardo Saud – foto: Reprodução

Uma ligação grampeada pela Polícia Federal (PF) mostrou o lobista da J&F, controladora da JBS, Ricardo Saud pedindo a uma pessoa para tirar o nome de José Yunes, ex-assessor e amigo de Michel Temer, da delação premiada que estava sendo negociada.

O telefonema entrou no relatório da PF e a informação foi divulgada pela Folha de São Paulo.

Yunes, citado no telefonema, é um dos melhores amigos de Temer e foi assessor especial de seu governo até dezembro, quando foi citado na delação do ex-executivo Cláudio Melo Filho, da Odebrecht, como intermediário de um pacote com R$ 1 milhão que conteria dinheiro para campanhas do PMDB.

As delações da JBS geraram uma crise política no governo Temer e, desde então, discute-se a eventual saída do atual presidente do cargo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.