Em sessão especial, Alego homenageia militares em comemoração aos 161 anos da PMGO

Ao discursar, comandante da PMGO enfatizou a redução dos índices de criminalidade no Estado. “Isso é fruto de muito suor”

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) realizou, na manhã desta sexta-feira, 2, uma sessão especial em comemoração aos 161 anos da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO). O encontro teve início às 9h15 no plenário Getulino Artiaga, localizado no palácio Alfredo Nasser – sede do Poder Legislativo.

A iniciativa foi do deputado Coronel Adailton (PP) que, no encontro, condecorou 62 policiais com certificados de Honra ao Mérito. Ao todo, 47 foram homenageados por indicação de Adaílton e outros 15 por indicação do deputado estadual Major Araújo (PRP).

Considerações

O autor da proposta foi o primeiro a abrir os discursos e aproveitou para destacar seu “orgulho” em fazer parte de “uma das melhores Instituições militares do País”. “Digo isso com base em suas sólidas operações cotidianas, com apreensões recordes de drogas, armas e prisões em flagrante”.

“A PMGO investe no aprimoramento constante de sua tropa, modernizando seus métodos de atuação, assim como adquirindo equipamentos e implementando estratégias focadas na operacionalidade de seus profissionais e proximidade com o cidadão”. Na visão de Adailton, apesar da modernização constante, a PMGO “preserva as tradições e valores que a definem”. Dentre eles, destacou: “profissionalismo, confiabilidade, disciplina, honestidade e respeito”.

Na tribuna, após cumprimentar a mesa, Araújo, por sua vez, disse que não seria redundante em falar, novamente, da história da PMGO, “o que o coronel Adailton já o fez muito bem”. Ele destacou, em seguida, que desde muito cedo teve a vontade de servir a polícia. “Sou filho de militar e precocemente decidi o que gostaria de ser. Não estava errado em pensar que estaria ingressando na instituição mais honrada do nosso Estado, senão do Brasil”, considerou.

“A Bíblia diz que não há maior amor do que dar a vida em favor do próximo. A nossa função é espiritual e tenho certeza que a mão de Deus se moveu para que cada um de vocês estivessem aqui. Não me envergonho de dizer que sou policial militar. A nossa instituição merece todas as homenagens que essa Casa pode proporcionar”, pontuou antes de deixar a tribuna.

Homenageados

O comandante da PMGO, Renato Brum, subiu à tribuna para falar em nome dos homenageados. Durante seu discurso, o militar elogiou a atenção dada pelo governador Ronaldo Caiado à corporação. “O governador tem demonstrado seu apreço pela PMGO a ponto de dizer que, mesmo com as dificuldades, a polícia tem dado sustentáculo ao governo”. Para ele, “se nós, enquanto sociedade, estamos bem, isso se deve aos esforços de cada um dos senhores (policiais)”.

Brum também observou a redução das taxas de criminalidade em Goiás. “Se analisarmos os índices de crimes contra a vida veremos que, em agosto, tivemos uma redução de quase 40% dos homicídios na capital. Índices semelhantes são registrados no interior do Estado. Quero frisar que nada vem de graça. Isso é fruto de muito suor, o suor de vocês, policiais”, declarou, por fim.

Educação militarizada

Ao discursar, Adailton aproveitou, também, para falar sobre a “excelência” as instituições de ensino militarizadas do Estado. “Os militares transferem seus valores fundamentais para as futuras gerações através dos Colégios Estaduais da Polícia Militar (CEPMG). Essas unidades promovem profundas transformações no campo educacional, distinguindo-se como uma das escolas mais progressistas e democráticas do estado de Goiás. Isso se deve tanto a qualidade de ensino, como pela gestão participativa da comunidade escolar”.

Para o deputado, todos os cidadãos goianos precisam ter o direito de matricularem seus filhos em um “sistema educacional de alta qualidade, onde receberão os melhores ensinamentos e virtudes, como ética, cidadania, respeito e disciplina”.

Posteriormente, o parlamentar falou sobre a Faculdade da Polícia Militar, idealizada e mantida pela Fundação Tiradentes, que tem como propósito “formar profissionais qualificados e cidadãos ativos, capazes de transformar a sociedade, oferecendo quatro cursos superiores na área de Biomedicina, Educação Física, Enfermagem e Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública (CST)”, enumerou.

“Mas nada seria possível sem vocês (policiais), que, nas mais diversas atuações, fazem a diferença na manutenção da paz, da segurança e da tranquilidade do povo goiano. A vocês, fiéis escudeiros da sociedade e da democracia, minha admiração e meus sinceros agradecimentos”, finalizou.

Também estiveram presentes no encontro o comandante geral da PMGO, coronel Renato Brum; secretário de Esporte e Lazer, Rafael Ângelo do Valle; presidente da agência da Guarda Civil Metropolitana, José Eulálio; presidente da Agência Goiana de Defesa Agropecuária, José Essado; subcomandante-geral da PMGO, André Henrique Avelar; presidente da Associação dos Oficiais da PMGO e do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), Anésio Barbosa; ex-comandantes da PMGO, coronel Edson e Vasconcelos; e outras autoridades ligadas à segurança pública.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.