Coordenadora do Goiás Social, a primeira-dama Gracinha Caiado visitou o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), nesta segunda-feira, 18. Na pauta, os gestores trocaram experiências sobre a assistência social.

“Um governo forte trabalha com parcerias. Vim até São Paulo para conhecer o trabalho feito aqui e também compartilhar os grandes feitos do nosso Goiás Social”, ressaltou Gracinha Caiado.

Dentre os programas do Goiás Social, a primeira-dama apresentou a Nunes o Crédito Social. A iniciativa consiste no repasse de até R$ 5 mil a alunos em situação de vulnerabilidade social. A contrapartida é a realização de cursos de capacitação oferecidos pelo governo de Goiás, com foco no empreendedorismo. “Com o Crédito Social, a gente consegue fazer com que essas pessoas consigam quebrar o ciclo da pobreza”, pontuou Gracinha.

Ricardo Nunes elogiou e disse que as experiências goianas na área irão servir de exemplo para a administração paulistana. “Aquilo que Goiás está fazendo de positivo, traz para São Paulo. O que São Paulo está fazendo leva para Goiás. A gente vai trocando experiências, o que é muito importante”, acentuou.

Comitiva

A primeira-dama Gracinha esteve na capital paulista acompanhada pelo secretário de Estado da Retomada, César Moura, e pelo vice-presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Wendel Garcia. Na sede da Prefeitura do município, eles conheceram o Programa “Pode Entrar – Melhorias Habitacionais” de São Paulo, que faz construção e reforma de moradias, além de cartas de créditos e parcerias para combater o déficit habitacional na cidade.

Gracinha avaliou que a agenda em São Paulo marcou o início de mais uma parceria com a administração goiana. “Ninguém faz nada sozinho. Se hoje Goiás é o segundo Estado que mais reduziu a pobreza no País é porque trabalhamos com foco no bem-estar das famílias goianas e também porque apostamos no diálogo e na troca de conhecimento com nossos parceiros. Saí da reunião encantada e com ainda mais ideias para a área social em Goiás”, finalizou a primeira-dama.

Leia também: