Em reforma, escolas estaduais não ficam prontas e secretaria busca igrejas para salas improvisadas

Ano letivo começa na próxima segunda-feira, 21, e 11 escolas estaduais não estão aptas a receberem estudantes na volta às aulas

Foto: Lívia Barbosa

A secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), Fátima Gavioli, falou nesta quarta-feira, 16, sobre a situação das escolas estaduais que passam por reforma e não ficarão prontas a tempo do início do ano letivo, marcado para a próxima segunda-feira, 21.

“Existem 140 escolas estaduais passando por pequenos reparos e pinturas. Desse total, 11 unidades não têm a menor condição de receberem os alunos para o início do ano letivo”, disse a secretária.

De acordo com Fátima Gavioli, a solução será encontrar outros locais improvisados. “Estamos buscando espaços físicos nas igrejas, prédios municipais e, em último caso, teremos salas modelares”.

2 respostas para “Em reforma, escolas estaduais não ficam prontas e secretaria busca igrejas para salas improvisadas”

  1. Preto Hycaro disse:

    E o pagamento do mês de dezembro…? Professores sem salário… será que retornarão…?? Ainda mais depois das festas de final de ano, com gastos fora do normal…

  2. Ivani Ferreira disse:

    sem salário pra quê escola?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.