Em plena Serrinha, Atlético vence o Goiás e é campeão goiano

Dragão conquista taça pela 16ª vez no campo do adversário, depois de um primeiro jogo envolto em polêmicas

Jogadores do Atlético comemoram gol diante dos olhares dos torcedores esmeraldinos | Foto: Bruno Cursino / ACG

Antes de começar a partida, o Atlético já ganhava por 1 a 0 e só precisava do empate com o Goiás para se sagrar campeão goiano de 2022.

Depois que a bola terminou de rolar na Serrinha, o time campineiro não só havia confirmado a vantagem como a ampliado: com o placar de 3 a 1, o Dragão levou o troféu para o Estádio Antônio Accioly – onde, diga-se, a torcida se reuniu para assistir à finalíssima.

A partida foi cercada de expectativa e tensão, depois de muita polêmica por conta da arbitragem no jogo de sábado passado. O presidente do Goiás, Paulo Rogério Pinheiro, chegou a dizer que o troféu seria “jogado no lixo” se seu clube o conquistasse.

Os gols da equipe foram marcados por Shaylon (dois) e Wellington Rato. O Verdão, que havia aberto o placar com Nicolas, no primeiro tempo, sofreu os três antes que a partida chegasse à primeira metade do segundo tempo. Shaylon foi atleta do Goiás entre 2020 e 2021.

Em desagravo dos esmeraldinos, a equipe chegou bastante desfalcada à decisão, sem os zagueiros Reynaldo e Caetano, a dupla titular de defensores; o meia-atacante Luan, com virose; e o atacante Vinicius, contundido, embora estivesse no banco de reservas. O artilheiro, Nicolas, também saiu do jogo no início do segundo tempo, após o placar já estar 2 a 1 para o Atlético.

Foi o 16º título estadual rubro-negro, que agora ultrapassou o Vila Nova em número de troféus de campeão goiano. O Goiás chega ao quarto ano sem conquistar a competição, fato que não acontecia desde o fim da década de 70.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.