Em novo inquérito, Polícia Civil ouve João de Deus nesta quarta-feira

Delegada ainda aguarda resultado da perícia feita em pedras preciosas

Preso desde o dia 16 de dezembro, o médium João de Deus deve ser ouvido ainda nesta quarta-feira, 9, na Agência Prisional, em Aparecida de Goiânia, pela força tarefa que investiga denúncias de abuso sexual, posse ilegal de armas e estelionato.

O inquérito sobre a posse ilegal de armas de fogo deve ser finalizado nesta quarta-feira quando será imediatamente encaminhado ao Poder Judiciário.

Já a investigação a respeito de um possível estelionato aguarda o resultado da perícia em objetos apreendidos, como pedras preciosas e notebook, ainda está sendo realizada. De acordo com a Polícia Civil, o resultado desses laudos será determinante para os próximos passos nas investigações.

A PC explica ainda que as diligências relativas ao caso João de Deus continuam sendo mantidas em sigilo para não atrapalhar o andamento do trabalho policial.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.