Em nova fase da Operação Lava-Jato, autoridades miram ex-diretor da Dersa

Executivo Paulo Vieira de Sousa, popularmente conhecido como Paulo Preto, é investigado pela prática de lavagem de dinheiro envolvendo familiares e prestadores de serviço

Ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Sousa / Foto: José Cruz/Agência Brasil

As autoridades cumprem, na manhã desta terça-feira, 29, onze mandados de busca e apreensão em novo desdobramento da Operação Lava Jato, em São Paulo. A Polícia Federal tem, nesta manhã, como um de seus alvos o ex-diretor da Dersa — Desenvolvimento Rodoviário S/A—, Paulo Vieira de Sousa.

O executivo, que é popularmente conhecido como Paulo Preto, é investigado pela prática de lavagem de dinheiro envolvendo familiares e prestadores de serviço.

De acordo com informações do portal de notícias da UOL, os mandados são cumpridos nas cidades de São Paulo, Taubaté, Ubatuba, Taboão da Serra e Itapetininga.

“O foco das investigações na presente fase são atos de lavagem cometidos dentro do território nacional, com o auxílio de terceiros ligados a ele e por intermédio sobretudo de pessoas jurídicas”, diz trecho da nota emitida pelo Ministério Público Federal (MPF) e divulgada pela UOL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.