Em nota, universidade repudia manifestações de preconceito e violência de gênero no Inter UFG

Posicionamento oficial foi publicado depois que uma postagem de cunho misógino e racista causou polêmica nas redes sociais

A Universidade Federal de Goiás publicou uma nota oficial nesta quinta-feira (26/5) em esclarecimento à polêmica 10ª edição dos Jogos Internos da UFG, que começa a partir desta quinta e vai até domingo (29), em Goiânia.

Na última quarta-feira (25), uma postagem causou polêmica nas redes sociais ao apresentar uma espécie de pontuação que classifica mulheres por beleza e cor da pele, e serviria de parâmetro para uma competição entre os homens, para ver quem consegue ficar ou transar com mais mulheres durante os quatro dias de festa.

A publicação esclarece que o Inter UFG não é organizado pela universidade, mas sim por estudantes da instituição. De qualquer maneira, a UFG ressaltou que “não compactua com qualquer manifestação de preconceito e violência de gênero”.

Ainda de acordo com a nota oficial, a universidade “atua em prol da garantia dos direitos que promovam a pluralidade de ideias e o fortalecimento de uma política universitária comprometida com o respeito às diferenças e para a superação de quaisquer manifestações que ferem os direitos humanos”. Leia a íntegra:

A polêmica publicação, tem como título “Regulamento Inter UFG 2016” e gerou revolta nas redes sociais. O conteúdo que viralizou traz uma tabela de pontos, que diferencia inclusive mulher “casada” de “solteira”, “branca” de “preta”, inclusive de “gostosa”, “que namora”, “pretinha bonitinha” e até “preta feita”. E tem mais: se “casar”, ou seja, for visto andando com a mulher que ficou ou transou durante as festas ou jogos do evento, o homem perde 0,5 ponto a cada meia hora.

Ainda na quarta-feira (25), a organização do InterUFG também publicou nota de repúdio ao conteúdo da mensagem e afirmou que o evento prezará pelo “bem estar, segurança, diversão e acima de tudo, respeito”

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.