Em nota, governador lamenta morte da estudante Nathália

Marconi condenou “profundamente” o que ele chamou de “crueldade dos criminosos e a banalização da violência”, além de afirmar que o governo “se solidariza com a família” da vítima

Governador Marconi Perillo (PSDB) lamentou a morte da estudante e colocou o Estado à disposição da família para solucionar o caso | Foto: Wagnas Cabral

Governador Marconi Perillo (PSDB) lamentou a morte da estudante e colocou o Estado à disposição da família para solucionar o caso | Foto: Wagnas Cabral

Por meio de nota, o governador Marconi Perillo (PSDB) se manifestou nesta terça-feira (23/2) sobre o assassinato da estudante Nathália Araújo Zucatelli, de 18 anos, que havia se mudado de Porto Velho (RO) para Goiânia com o sonho de passar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com nota suficiente para entrar na faculdade de Medicina.

A jovem havia saído do Colégio Protágoras, no setor Marista, por volta das 22 horas de segunda-feira (22), quando foi abordada por duas pessoas em uma motocicleta. Segundo informações da polícia, a mulher que estava na garupa da boto teria disparado contra Nathália.

“O Governo de Goiás, através de seu aparato de Segurança Pública, vai atuar com determinação e elevado espírito público para, no menor tempo possível, desvendar essa atrocidade contra Nathália e sua família, encontrar os criminosos e entregá-los à Justiça”, afirmou Marconi.

Leia abaixo a nota completa enviada pelo governo:

Nota do governador Marconi Perillo

O Governo de Goiás se solidariza com a família da jovem estudante Nathália Araújo Zucatelli e com todas as vítimas da violência que atormenta o Brasil e tem mobilizado os governos dos Estados em função de sua profunda gravidade.

A perda de Nathália é irreparável e nos causa profunda dor e indignação, sentimentos que se estendem a todas as vítimas da violência. O Governo de Goiás, através de seu aparato de Segurança Pública, vai atuar com determinação e elevado espírito público para, no menor tempo possível, desvendar essa atrocidade contra Nathália e sua família, encontrar os criminosos e entregá-los à Justiça. O eficiente trabalho de investigações de nossas polícias, com elevados índices de crimes desvendados e esclarecidos, demonstra que isso é plenamente possível – ainda que, repito, saibamos que mesmo assim seja impossível recuperar essas perdas.

Lamentamos e condenamos profundamente a crueldade dos criminosos e a banalização da violência e manteremos sempre nossa indignação diante da persistência desses monstros. Ao mesmo tempo, nos manteremos firmes no combate à criminalidade, em todas as suas formas, fazendo todos os investimentos e tomando todas as medidas ao nosso alcance para coibir a ação dos bandidos.

O Governo de Goiás tem trabalhado incansavelmente no combate à violência. Em 2015, fizemos os maiores investimentos da história do Estado em Segurança Pública e Administração Penitenciária. Aplicamos 12,55% do Orçamento no setor, porcentual inferior apenas ao da Educação, para garantirmos a efetividade da ação policial, a atualização do armamento e equipamentos de nossas corporações, o aperfeiçoamento dos serviços de inteligência, prevenção e combate ao crime.

A efetividade desses esforços depende ainda, no entanto, da construção de uma política nacional de Segurança Pública, com participação direta da União nos investimentos no setor, no controle das fronteiras para coibir a entrada de drogas e armamento ilegal e no sistema penitenciário, de além da profunda e urgente atualização da legislação penal, leniente com os criminosos. Ao passo em que continuaremos promovendo esses investimentos em Goiás, vamos nos manter firmes na defesa dessas reformas, para evitar que atrocidades como esta, contra Nathália e todas as vítimas da violência, persistam.

Marconi Ferreira Perillo Júnior

Governador de Goiás

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.