Em meio à greves e pedido de impeachment, Paulo Garcia decide fazer pronunciamento

A jornalistas, petistas disse que estão sendo adotadas todas as medidas cabíveis e que até o final de 2014 o déficit da prefeitura estará sanado

Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção

Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção

O prefeito Paulo Garcia (PT) faz um pronunciamento à imprensa na manhã desta quarta-feira (11/6) no 6º andar do Paço Municipal. O petista trata sobre a atual situação administrativa e financeira da prefeitura, além do pedido de instalação de comissão processante para analisar o impeachment de seu mandato, que foi negado na terça-feira (10) durante votação na Câmara de Vereadores.

Repórteres, cinegrafistas e parte dos secretários da prefeitura estão presentes no salão onde estão sendo prestadas as informações. O encontro, marcado para as 10h, começou com 45 minutos de atraso. A assessoria do Paço adiantou que Paulo Garcia não responderá a perguntas dos jornalistas.

Acompanhado do vice-prefeito Agenor Mariano (PMDB), Paulo Garcia começou sua fala citando a crise financeira por qual passa a prefeitura. Segundo ele, a situação já havia sido alertada anteriormente por diversas vezes, inclusive ao governo federal. O prefeito comentou ainda que a má distribuição de renda aos municípios afeta a capital do Estado. E para contornar o problema, ressaltou, houve a cobrança dos devedores inadimplentes com a prefeitura criou o PPI, programa de parcelamento de dívidas. “Chegaremos ao final de 2014 com zero de déficit”, pontuou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.