Em meio às chamas, mais de 4 mil pessoas buscam refúgio nas praias da Austrália

Nas últimas 24h, houve registro de três mortes e cinco pessoas seguem desaparecidas

Os incêndios ainda assolam o povo Australiano. As chamas, que começaram em setembro, já se aproximaram de cidades movimentadas como Batemans Bay, por exemplo. Milhares de habitantes e turistas foram obrigados a se refugiarem nas praias do susdeste do país nos últimos dias.

De acordo com as autoridades, já são cerca de 4 mil pessoas refugiadas nas praias de Mallacoota. Nas últimas 24h, houve registro de três mortes e cinco pessoas seguem desaparecidas.

Nas redes sociais há registros de pessoas vestindo coletes salva-vidas caso não houvesse outra alternativa a não ser recorrer ao mar para escaparem do fogo. Algumas estradas seguem fechadas e as autoridades ainda trabalham na tentativa de controlar a situação.

A fumaça em algumas regiões da Austrália já é tão intensa que o monitoramento e intervenções aéreas precisaram ser suspensas.

As chamas já causaram a morte de 12 pessoas. O país registra uma média de 40°C e ventos fortes. Ambos, segundo especialistas, contribuem para propagação acelerada das chamas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.