Em meio a disputa no Congresso, governo libera R$ 3 bilhões em obras a 285 parlamentares

Além de verbas, governo também teria oferecido cargos em troca de votos para Arthur Lira e Rodrigo Pacheco

Em meio a disputa pelos comandos da Câmara e do Senado, o governo destinou R$ 3 bilhões para 250 deputados e 35 senadores aplicarem em obras em seus redutos eleitorais. O dinheiro veio do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Segundo reportagem do Estadão, a oferta de recursos, que ultrapassam o previsto, foi feita no gabinete do ministro Luiz Eduardo Ramos.

A Secretaria de Governo que o general comanda se tornou centro das candidaturas dos governistas Arthur Lira (Progressistas-AL), que disputa o comando da Câmara, e de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), do Senado.

Nesta quarta, 27, o presidente Jair Bolsonaro disse que “se Deus quiser vai participar e influir na presidência da Câmara”, com a eleição de Lira para a vaga ocupada atualmente por seu adversário Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Além de verbas, o governo também tem oferecido cargos a quem aceite votar nos dois nomes do governo, segundo relatos de parlamentares. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.