Em meio à crise, Fieg incentiva internacionalização de empresas de Rio Verde

Em evento híbrido, empresários do Sudoeste Goiano foram incentivados a incrementar negócios com exportação de produtos, contando com apoio do Centro Internacional de Negócios

O Centro Internacional de Negócios (CIN) da Fieg lançou, nesta quarta-feira, 11, a emissão de Certificado de Origem (COD) e Declaração de Livre Venda (DLV) para empresas do Sudoeste Goiano, com balcão de atendimento na Unidade Integrada Sesi e Senai Rio Verde. O objetivo é dar continuidade ao projeto de descentralização de serviços de comércio exterior.

A solenidade, realizada de forma híbrida (presencial e on-line), contou com abertura do presidente da Fieg, Sandro Mabel, e palestra da coordenadora do CIN, Johanna Guevara, com o tema Quer Aumentar sua Receita? Ingresse no Mercado Internacional.

Rio Verde é a quarta cidade do interior a receber posto avançado do CIN. A iniciativa, que já havia descentralizado serviços para Anápolis, Itumbiara e Catalão, beneficia agora 26 municípios do Sudoeste Goiano. “É mais um movimento para fortalecer nossas indústrias, especialmente neste momento de pandemia, quando o caminho da internacionalização é estratégico para vencermos a crise”, avaliou Sandro Mabel.

“Ao ingressar no mercado internacional, a empresa diversifica mercados, tornando-se mais independente e mitigando riscos; cresce em produtividade; imprime mais qualidade ao produto, ao adaptar-se a um mercado mais exigente; e incentiva uma melhor gestão interna, inclusive protegendo-se da flutuação cambial, já que empresas exportadoras têm parte de sua receita atrelada à moeda estrangeira”, explicou Johanna Guevara.

Certificado de Origem
O Certificado de Origem (COD) é o documento que atesta a origem do produto, tornando-o mais competitivo para a empresa exportadora e permitindo a conquista de novos mercados no exterior. Além disso, o COD pode conceder redução ou isenção do imposto de importação e garante acesso preferencial ao mercado externo para determinados países.

Dentre as vantagens, o documento permite ao importador a redução do imposto de importação e, ao exportador, aumento da competitividade no mercado internacional. A emissão de certificados de origem realizada pelo CIN Goiás atende todos os requisitos previstos nos acordos firmados pelo Brasil, sendo a Fieg a única autorizada em Goiás pela Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) a emitir o COD.

Já a Declaração de Livre Venda (DLV) tem objetivo de comprovar que o produto a ser exportado atende às exigências para ser comercializado e consumido no Brasil, além de facilitar o registro da mercadoria no país de destino. O documento é utilizado para produtos destinados ao uso ou consumo humano ou animal. Para tanto deve possuir registro ou isenção do mesmo Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.