Em meio a concorrência, Álvaro Guimarães trabalha rumo ao comando da Assembleia

Democrata é cotado como favorito por deputados da Casa e pelo governador eleito Ronaldo Caiado (DEM)

Foto: Divulgação

Faltando poucas semanas para a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), que acontece em fevereiro, o deputado estadual Álvaro Guimarães (DEM) assume que está trabalhando para viabilizar sua candidatura para liderar Casa. Sem revelar nomes, democrata evita adiantar informações para não “provocar ciúmes”.

Recentemente, surgiram rumores de uma possível composição da chapa de Álvaro. Candidato favorito do governador eleito Ronaldo Caiado (DEM), contaria com uma mesa diretora com predominância do DEM e do PROS, mas, também, com integrantes do PRB, PT, MDB, PSC e PSDB.

A exemplo, Rubens Marques (PROS) seria um possível vice-presidente, Humberto Aidar (MDB), ex-petista, estaria cotado para primeiro secretário e até Henrique César (PSC), que é possível candidato adversário de Álvaro foi colocado na lista, como terceiro secretário.

O democrata, no entanto, não confirma nenhuma dessas informações e diz que é melhor não adiantar nada por agora. “A eleição é só no dia 1º de fevereiro, se eu começar a soltar alguma coisa aqui, o povo vai achar que já estou cantando vitória”, disse.

Além de Álvaro, o deputado Major Araújo (PRP) foi um dos que lançou seu nome para disputa do comando da Casa. Em entrevista recente ao Jornal Opção, Araújo disse que sua eleição seria por independência e contra Álvaro, que considera deputado governista. Humberto Teófilo (PSL), recém-eleito, também confirmou o interesse na disputa. O nome de Henrique César (PSC), campeão de votos na Eleição 2018, ainda é especulado pelos corredores como quarto candidato.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.