Em Luziânia, José Eliton e Baldy anunciam parceria para investimentos de R$ 57,2 milhões

As obras  incluem rede de esgotos e de águas pluviais, além de asfaltamento

José Eliton em Luziânia | Foto: Wagnas Cabral

O governador José Eliton e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, assinaram nesta quinta-feira (3/5) parcerias para dar início a obras de saneamento básico em Luziânia, com recursos oriundos da Caixa, no valor de 57,2 milhões. As obras de saneamento integrado e urbanização incluem rede de esgotos e de águas pluviais, além de asfaltamento, beneficiando os bairros Parques Alvorada I, II e III, e Parque JK, no município.

O governador pontuou que o anúncio de obras para Luziânia marca “um dia muito importante de consolidação de conquistas”, e que “ninguém quer dar um passo maior que as pernas, porque senão ele pode cair, aí o retrocesso é muito maior. É por isso que eu disse no meu discurso e reitero aqui que meu compromisso é com a consolidação de conquistas que transformaram o Estado de Goiás”, assinalou.

Depois de conceder entrevistas para emissoras de rádio e televisão locais, José Eliton vistoriou a reconstrução e ampliação do Hospital Municipal Alfredo Nasser, “que terá um papel fundamental na oferta de saúde de qualidade, casada com a inauguração do Hospital de Águas Lindas, a retomada de obras do Hospital em Santo Antônio do Descoberto, da inauguração da unidade de saúde de Formosa, formando todo um completo de saúde na Região do Entorno”, informou.

Para esta obra, o governo do estado já liberou, por meio do Goiás na Frente, uma primeira parcela no valor de R$ 500 mil, de um total de R$ 1,5 milhão. A segunda parcela deve ser liberada nos próximos dias. São, na verdade, duas obras distintas: uma de reconstrução da estrutura existente do hospital de 3.500 metros quadrados, e outra de ampliação com a construção de 2.500 metros quadrados de estrutura nova. As duas têm, até agora, com R$ 6,5 milhões de recursos federais e R$ 1,5 milhão de recursos do Tesouro estadual. A contrapartida do município é de R$ 550 mil.

Ao dirigir-se aos prefeitos presentes, Alexandre Baldy reiterou a importância de os prefeitos “realizarem projetos audaciosos, como o de Luziânia, que nos deu as condições de chegarmos e investirmos, sem contratempos, dando a resposta rápida que a população precisa”. E lembrou que “para cada real investido em coleta e tratamento de esgoto são de 4 a 5 reais economizados com saúde pública”.

A obra do hospital está avançada e vai ser inaugurada em breve, dobrando a capacidade de leitos. “Nós temos ainda o Centro de Reabilitação para inaugurar, oito frentes de serviços de asfalto, seis unidades de saúde, nove escolas de Educação Infantil, e também água e esgoto que serão lançadas no Parque Alvorada e Jardim Ingá”, disse o prefeito Cristóvão Tormin.

Ele destacou também que “esse é anúncio do maior volume de obras de toda a história de Luziânia”, e agradeceu ao governador José Eliton “que tem trabalhado duro, diferente de muitos que só pensam em política, fruto do trabalho em parceria com o Governo do Estado porque, sem parceria, eu posso afirmar que não faríamos nada”.

“É, sem dúvida, motivo de comemoração, em meio à crise que o País enfrenta, anunciar obras e investimentos no Estado de Goiás, que segue um caminho diferente”, frisou a senador Lúcia Vânia.

Entre outros convênios do Governo Federal estão em curso: convênio de R$ 938,150 mil para implantação da primeira etapa do Parque Municipal; convênio de R$ 2,8 milhões para reforma da Unidade de Atenção Especializada em Saúde, outro de R$ 648,9 mil para a mesma finalidade; e convênios no valor de R$ 987,6 mil e de R$ 3,460 milhões para pavimentação de bairros.

Estiveram presentes, também, o ex-governador Marconi Perillo, o prefeito de Hidrolândia e presidente da Associação Goiana de Municípios, Paulo Sérgio de Rezende; o vice-presidente da Caixa, Fábio Lenza; prefeitos do Entorno do DF; o deputado federal Tiago Peixoto e vereadores locais e de cidades da região do Entorno do DF.

Deixe um comentário