Em Jataí, Caiado celebra com produtores de soja resultados da safra 2019/2020

Cidade goiana foi escolhida para a solenidade de Abertura Nacional da Colheita do grão

Caiado participa da Abertura Nacional da Colheita de Soja | Foto: Ascom/ Divulgação

Durante a Abertura Nacional da Colheita da Soja – safra 2019/2020, realizada nesta quinta-feira, 23, no município de Jataí, o governador Ronaldo Caiado (DEM) enalteceu a grande capacidade produtiva do Estado. “Hoje o mundo se curva à produtividade brasileira. Todos respeitem o setor que sustenta esse País de ponta a ponta”, declarou.

Caiado destacou que o setor ainda enfrenta gargalos em relação à infraestrutura, mas que o governo tem trabalhado fortemente para solucionar essas demandas. “Primeiro, precisamos avançar em infraestrutura. Em segundo lugar, continuarmos com o trabalho para garantir o fornecimento de energia a todos os produtores rurais com qualidade, e também a todo o setor industrial e setor urbano. Terceiro ponto é avançar, porque Goiás infelizmente ainda não tem fibra ótica em todos os municípios para poder dar acesso aos produtores à inovação existente hoje no mercado”, explicou.

Vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o deputado federal José Mário Schreiner, que também preside a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e o conselho administrativo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), corrobora a análise do governador. Schreiner afirmou que o Congresso tem atuado fortemente para avançar em matérias relacionadas à infraestrutura em todo País, com o total apoio do Governo Federal. “Temos uma política alicerçada no tripé: crédito, seguro e apoio à comercialização. Nós observamos que no seguro, a gente ainda precisa avançar, outro gargalo é a estrutura. Temos de ampliar a nossa infraestrutura, fazendo parcerias público-privadas para duplicação de rodovias, ferrovias, hidrovias para darmos competitividade, cada vez mais, ao setor agro brasileiro”, observou.

Expectativas

Com o tema “Rumo à maior safra de soja do mundo: os desafios de mercado, política e tecnologia para a agricultura brasileira”, foi realizado o primeiro painel do evento, transmitido pelo Canal Rural para todo o Brasil. O painel trouxe um panorama da produção de soja no Brasil, com perspectivas de crescimento da exportação, principalmente para o mercado chinês, superando os Estados Unidos.

Segundo os representantes do setor, a meta para 2020 já está definida: posicionar o Estado de Goiás como o maior produtor de soja mundial. Para isso, a estimativa é de uma produção de mais de 12 milhões de toneladas. “É o reconhecimento de um Estado que, cada vez mais, aumenta sua capacidade de produzir, implanta as mais novas tecnologias e, ao mesmo tempo, respeita o meio ambiente”, ressaltou Caiado, que, ao final do evento, conduziu uma colheitadeira de última geração, abrindo simbolicamente a colheita deste ano.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.