Em Goiânia, trabalhadores de call centers protestam e alegam falta de cuidados na prevenção ao coronavírus

A insatisfação dos funcionários se deve à postura da empresa de não liberá-los ao regime home office ou dispensa temporária diante da ameaça do coronavírus

Funcionários de call center protestam em frente à empresa / Foto: Jornal Opção

Trabalhadores de call center da empresa de telefone e internet Vivo fizeram um protesto na tarde desta quinta-feira, 19, contra as condições impostas por ela. Mesmo com a crise do coronavírus, os operadores estão sendo obrigados a irem trabalhar presencialmente, contrariando as recomendações e decretos do governo.

O funcionários estão em ambiente considerado de risco, uma vez que trabalham em meio a muitas pessoas. No protesto, alguns gritavam “Presta atenção! Pra trabalhar, tem que ter condição!”.

Há informações de que trabalhadores da empresa OI também fizeram um ato semelhante.

Veja o vídeo de um dos protestos:

Por meio de nota, a Atento no Brasil se posicionou sobre a manifestação. Veja o comunicado na íntegra:

Comunicado Atento

 A Atento, líder em serviços de gestão de relacionamento com clientes e terceirização de processos de negócios (CRM/BPO) na América Latina, responsável por 3 mil empregos em Goiânia, buscando garantir um lugar seguro para seus funcionários, prevenir a propagação do COVID-19, além salvaguardar a estabilidade dos nossos serviços, informa que está adotando as medidas de segurança e saúde recomendadas pela OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde em suas operações.

 A empresa atua continuamente para garantir a saúde e o bem-estar de seus colaboradores, responsáveis pelo acesso da população a serviços essenciais e de grande importância para a sociedade, frente este período de desafio humanitário que estamos vivenciando. Os colaboradores estão recebendo, regularmente, orientações de prevenção, bem como procedimentos no caso de suspeita da enfermidade (protocolo de atuação). Priorizamos a atuação em home office e afastamento remunerado de colaboradores acima de 60 anos e gestantes.

 Nas últimas semanas, a companhia dedica especial atenção às medidas de prevenção. Todas rotinas de limpeza e higienização foram intensificadas, principalmente nos pontos de maior contato. Além disso, estamos disponibilizando álcool em gel em áreas comuns e ampliamos a comunicação com instruções de prevenção, bem como implementando medidas para criar um maior espaçamento entre os profissionais. Complementando os cuidados visando a segurança dos colaboradores, foram também suspensas as viagens e recomendado que as reuniões sejam realizadas por meio remoto.

 A Atento reforça seu compromisso de longa data com Goiânia, empregando todos os esforços necessários para minimizar os impactos da propagação do COVID-19 na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.