Em Goiânia, polícia prende nove integrantes de quadrilha especializada em homicídios

Operação combate grupo que agia a mando de organização criminosa e mortes estariam relacionadas ao tráfico de drogas

A Polícia Civil do Estado de Goiás deflagrou nesta quarta-feira (27/9) a segunda fase da operação Descarrilamento, que pretende desarticular grupo suspeito de diversos homicídios ocorridos na capital.

Segundo investigações, o grupo age a mando de traficantes de drogas e as mortes encomendadas seriam por causa da disputa de territórios entre as organizações criminosas. A Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) confirma a prisão de nove pessoas até agora.

Esta ação é desdobramento da primeira fase da operação deflagrada no último dia 4 de setembro, quando 14 pessoas foram presas. Os suspeitos atuavam nas regiões do São Francisco, Dergo e Capuava,

À época, foi apurado que o grupo seria responsável por cerca de 10% dos homicídios praticados em Goiânia este ano. Apontado como líder do grupo, José Constantino Júnior, conhecido como Juninho, é antigo conhecido da polícia e comandava tudo de dentro da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), onde está recluso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.