Em Goiânia, passageiro de ônibus pode desembarcar onde quiser na madrugada

Câmara derrubou veto do prefeito Paulo Garcia e aprovou projeto que permite desembarque fora dos pontos fixos entre 23 horas e 4h30

Com 18 votos favoráveis e dois contra, a Câmara Municipal de Vereadores de Goiânia derrubou o veto do prefeito Paulo Garcia (PT) ao projeto de lei da vereadora Cida Garcêz (SD) que permite desembarque de passageiros fora dos pontos fixos entre 23 horas e 4h30 no transporte coletivo de Goiânia.

A mudança beneficia principalmente trabalhadores da madrugada que poderão solicitar a parada do ônibus em qualquer local, desde que seja respeitado o trajeto da linha.

A medida irá atingir todas as linhas da capital que funcionam até a meia-noite e também os itinerários 950 – Circular Setor Marista/Veiga Jardim/ Garavelo; 951 – Circular Setor Marista/Novo Horizonte/Garavelo; e 952 – Pedro Ludovico/Setor Bueno/Parque Atheneu, que funcionam entre 1 hora e 4 horas da manhã.

Em até 15 dias a lei deve ser publicada no Diário Oficial do Município e depois disso serão contados 90 dias para a nova regra ter validade. (Da Câmara Municipal de Goiânia)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.