Em Goiânia, Kátia Abreu diz que governo não poupará gastos no combate ao Aedes

Durante mobilização nacional, ministra da Agricultura afirmou que, mesmo com crise, o governo federal “vai gastar o que for preciso” para o combate ao mosquito

ministra-katia-abreu-goiania-foto-larissa-quixabeira

Ministra Kátia Abreu em discurso durante Dia Nacional de Mobilização contra o Zika em Goiânia| Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

Nesta sexta-feira (19/2), o governo federal mobilizou ministros para visitas a escolas em todo o País, como parte do Pacto da Educação Brasileira contra o zika, firmado com o Ministério da Educação. A enviada à Goiânia foi a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (PMDB), que participou do lançamento da campanha em evento na Escola Municipal Professora Maria Nosídia Palmeiras das Neves, no Residencial Barravento.

“Quando o Brasil precisa, a gente conta é com a Educação, porque vocês conseguem chegar nas crianças e nos jovens e eles chegam aos adultos, no coração e nas casas das pessoas”, disse a ministra durante discurso na manhã desta sexta (19/2).

Ela explicou que atualmente cerca de 70 milhões de brasileiros estão dentro das escolas, portanto, a partir do trabalho dos dirigentes das unidades será possível “formar um exército poderoso contra o Aedes, mobilizando a população no combate ao mosquito todos os dias em sala de aula”.

Em entrevista, Kátia Abreu reafirmou o compromisso do governo federal no combate ao mosquito. “Vejo a presidente Dilma agir com mão de ferro no combate à epidemia. O País vive um momento de ajuste fiscal e economia de gastos, mas para o combate ao mosquito, não tem economia e o governo vai gastar o que for preciso.”

Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), em discurso durante Dia Nacional de Mobilização contra o Zika em Goiânia| Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), em discurso durante Dia Nacional de Mobilização contra o zika em Goiânia| Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

Próximas ações

Durante pronunciamento, o prefeito Paulo Garcia afirmou que vê a visita da ministra como uma premissa da chegada de recursos federais para a Saúde municipal. “A vista da ministra é a demonstração do esforço coordenado pelo governo federal ao combate às epidemias que hoje assolam todo o País. Por isso, temos grandes expectativas que os recursos necessários a todas essas demandas chegarão a tempo”, disse em entrevista.

Em Goiânia, a ministra adiantou, ainda, que o Mapa, juntamente com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), está produzindo um larvicida orgânico e não tóxico que poderá ser distribuído nas escolas. Para complementar a produção nacional,o governo federal também vai importar um larvicida dos Estados Unidos, também não tóxico, e distribuir aos alunos em todo o País. A novidade foi anunciada pela ministra Kátia Abreu, durante discurso.

Dentro das escolas, será entregue uma cartilha com orientações para utilização do larvicida, que ajudará no combate ao Aedes ainda na fase de larva. A ideia é que as crianças e jovens levem o produto e envolvam os pais na utilização do produto em casa.

Em discurso durante a cerimônia, o prefeito Paulo Garcia anunciou também que Goiânia deve ser uma das primeiras capitais do País a receber a vacina contra dengue, mas alerta: “A dengue já tem vacina, mas zika e chikungunya ainda não. Precisamos focar no combate ao mosquito”.

evento-escola-municipal-evento-combate-aedes

Pais, alunos e comunidade lotaram o pátio da Escola Municipal Professora Maria Nosídia Palmeiras das Neves, no Residencial Barravento| Foto: Larissa Quixabeira / Jornal Opção

Discursaram também os os vereadores Carlos Soares (PT) e Paulo da Farmácia (Pros), a secretária Municipal de Educação, Neyde Aparecida, e o reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Orlando Amaral. Estavam presentes o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreinere o reitor do Instituto Federal Goiano, Jerônimo Rodrigues.

Mobilização Nacional

Depois da visita à escola municipal, Kátia Abreu continuou sua visita em Goiânia participando de solenidade de lançamento do Comitê da Educação Goiana Contra o Aedes,  no Colégio Estadual Francisco Maria Dantas, no setor Novo Planalto. Estiveram presentes o secretário de Saúde Estadual, Leonardo Vilela e a secretária estadual de Educação Raquel Teixeira.

Escolas de todo o País recebem nesta sexta-feira (19/2), no Dia Nacional de Mobilização da Educação contra o Zika, a visita da presidente Dilma Rousseff e de ministros. As atividades nas escolas buscam conscientizar e mobilizar os estudantes para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.

Dilma participa de atividade com alunos do Colégio Alfredo Vianna, no município baiano de Juazeiro. O vice-presidente Michel Temer participa da mobilização em Rio Branco (AC), cidade onde também terá agenda partidária. Pelo menos 25 ministros viajam pelo País para visitar escolas.

A mobilização desta sexta (19/2) dá prosseguimento ao proposto no Pacto da Educação Brasileira contra o zika vírus, firmado no início do mês entre o Ministério da Educação e os demais representantes do governo federal, dos Estados e municípios, além de organizações públicas e particulares.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.