Em Goiânia, IPCA fica abaixo do percentual nacional e fecha em 0,28%

Pesquisa mostrou que município apresentou quedas na gasolina e na energia elétrica residencial, que são subitens com maiores pesos na cesta de compras da capital

Contribuição no crescimento do PIB em 2019 – foto: Eduardo Peret/Agência IBGE Notícias

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou o balanço do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). De acordo com o estudo, em Goiânia o IPCA subiu 0,18% em fevereiro, depois de registrar variação de 0,10% em janeiro. O acumulado no ano de 2020 atingiu variação de 0,28% na capital goiana e 0,46% no Brasil. A inflação do país foi 0,25%

A pesquisa ainda mostrou que o município goianiense apresentou quedas na gasolina (-1,94%) e na energia elétrica residencial (-0,68%), que são os subitens com maiores pesos na cesta de compras das famílias da capital goiana. Além disso, o preço do automóvel usado decresceu no mês de fevereiro, acumulando -1,23% em 2020.

O preço das carnes em Goiânia caiu pela segunda vez seguida em fevereiro (-3,75%), atingindo variação acumulada no ano de -7,03%. As maiores quedas foram do acém (-4,88%), chã de dentro – coxão mole (-4,71%), patinho (-4,61%) e contrafilé (-4,56%).

Já em itens relacionado à Educação, foi constatado aumento devido aos reajustes praticados no início do ano letivo.

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.