Em Goiânia, centenas de apoiadores de Bolsonaro pedem voto impresso

Os manifestantes pediram a aprovação de projeto que estabelece o retorno da cédula de papel. O ato ocorreu pela manhã

Manifestação ocorreu pela manhã, na Praça Tamandaré | Foto: Divulgação

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram na manhã deste domingo, 1º, na Praça Tamandaré, em Goiânia, para defender o voto impresso – também chamado de “auditável” – nas eleições de 2022.

Apesar de a urna eletrônica já ser auditável, mudar a forma de votar tornou-se a principal bandeira do Palácio do Planalto.

O ato foi promovido pela Frente Conservadora de Goiânia e começou por volta de 10 horas, movimentando parte da região. Manifestantes trajavam roupas com predominância das cores verde e amarelo. Houve muitas bandeiras do Brasil, trio elétrico e buzinas sendo acionadas. A maioria dos manifestantes não usava máscara ou a usava de forma errada.

Detalhe interessante foram os cartazes impressos em fontes de estilo manuscrito, com os dizeres “Contagem pública dos votos!”, para tentar dar caráter mais espontâneo às mensagens.

Durante o ato, o grupo cantou o Hino Nacional e exaltou o presidente. Motociclistas também participam.

Os manifestantes pediram também a aprovação da PEC 135/19, de autoria da deputada Bia Kicis (PSL-DF), que estabelece o retorno da cédula de papel. Bia é uma das principais entusiastas do movimento nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.