Em encontro com empresários da indústria, Caiado é aplaudido ao defender país da “venezuelização” em curso

O democrata participou com outros parlamentares de um painel mediado pelo jornalista William Waack na manhã desta quarta-feira (5/11) intitulado “Desafios, Expectativas e Agenda”

O líder da oposição no Congresso Nacional e senador eleito Ronaldo Caiado (DEM) foi aplaudido nesta quinta-feira (5/11) ao defender o país da “venezualização” do país, que ele diz estar em curso, durante evento organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O democrata participou com outros parlamentares de um painel mediado pelo jornalista William Waack na manhã desta quarta-feira (5/11) intitulado “Desafios, Expectativas e Agenda”.

Recentemente, Caiado obteve uma vitória na Câmara Federal ao fazer o governo acatar o convite a dois ministros para explicar convênio entre o Movimento dos Sem Terra (MST) e o governo venezuelano na Câmara dos Deputados. Em resposta a Caiado, ao tentar justificar o convênio, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) foi vaiado pelo empresariado.

Durante seu discurso ao empresariado, ele conclamou os profissionais do setor a ter um maior engajamento sobre as reformas necessárias para o país.”Precisamos saber se os empresários estão dispostos a discutir também sobre a situação da economia hoje. Este é um momento complexo no Congresso Nacional,  o sistema político de hoje dificulta reformas significativas”, disse.

Ele também criticou a proposta de tratar a reforma política por meio de plebiscito, o que, em sua opinião, seria uma medida “arbitrária”. ter um maior engajamento sobre as reformas necessárias para o país. “Precisamos saber se os empresários estão dispostos a discutir também sobre a situação da economia hoje. Este é um momento complexo no Congresso Nacional, o sistema político de hoje dificulta reformas significativas”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.