Em defesa do HDT, profissionais de saúde realizam ato público nas intermediações do hospital

Ação ocorre em decorrência do tratamento dado à figura do preceptor e à falta de valorização do ensino e pesquisa dentro da unidade de saúde

Entidades médicas, médicos, preceptores, residentes e pacientes realizam, neste momento, um ato público em frente ao Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT) em defesa da unidade de saúde.

Desde outubro, os médicos denunciam que falhas no funcionamento do HDT estavam comprometendo o atendimento aos pacientes e a continuidade da residência médica no hospital.

No entanto, na última quinta-feira, 20, a crise se agravou após médicos preceptores entregarem seus cargos em um ato de indignação. Em nota, foi informado que a ação ocorre em decorrência do tratamento dado à figura do preceptor e à falta de valorização do ensino e pesquisa dentro da unidade de saúde.

Os médicos já receberam o apoio de várias entidades. Na noite da última quinta, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) também manifestou seu apoio aos residentes durante uma reunião com representantes da categoria, com o secretário da Saúde do Estado, Ismael Alexandrino, e diretores do HDT.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.