Com MDB cada vez mais independente, Caiado se diz “convicto” da união da oposição

Senador esteve na Câmara Municipal de Goiânia e reafirmou que trabalha para lançar único candidato 

Caiado discursa durante sessão na Câmara | Foto: Larissa Quixabeira

O senador Ronaldo Caiado (DEM) esteve na Câmara Municipal de Goiânia, na manhã desta quinta-feira (1º/3), para convidar os vereadores para um evento que realizará na Casa neste sábado (3).

Em discurso na tribuna livre, o democrata, que é pré-candidato ao governo de Goiás, atacou a gestão do governador Marconi Perillo (PSDB) e exaltou sua experiência na Câmara Federal e no Senado.

Durante coletiva de imprensa, Caiado voltou a insistir na união da oposição, que hoje tem dois nomes para a disputa pelo Palácio das Esmeraldas: ele próprio e o deputado federal Daniel Vilela (MDB).

“Não só acredito [na união], como tenho certeza e vou lutar por ela. Tenho convicção de que estaremos unidos”, afirmou.

A declaração vem no momento em que o MDB se mostra cada vez mais independente, com a consolidação da pré-candidatura de Daniel Vilela.

Nas últimas semanas, declarações do prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e de lideranças do partido indicam que, se não houver acordo (leia-se apoio do DEM ao MDB), a oposição caminhará desunida.

Ainda durante a coletiva, Caiado descartou aliança com PT, que também faz parte da oposição ao governo Marconi, e criticou os governos petistas que, segundo ele, tentaram implantar o bolivarianismo no Brasil.

A sessão desta quinta-feira (1º) foi encerrada logo após o discurso do senador devido à morte do pai do vereador Delegado Eduardo Prado (PV), Valmir do Prado, que é velado no cemitério Jardim das Palmeiras.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.