Em combate às fraudes do auxílio emergencial, PF cumpre mandados de busca e apreensão em Goiás

Em todo o país estão sendo cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão temporária e três mandados de sequestro de bens; somadas a essas, já são 70 operações policiais cessar as ações criminosas

Foi deflagrado pela Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira, 29, a Operação Quinta Parcela, que dá continuidade ao combate às fraudes do auxílio emergencial. O benefício é destinado à parcela da população que, ao ter a situação financeira agravada pela pandemia, se encontra em estado e vulnerabilidade. Em Goiás, cerca de 30 policiais federais estão no processo de cumprir três mandados de busca e apreensão, em 6 endereços distintos, nas cidades de Iporá, Nazário e Trindade.

Em todo o país estão sendo cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão temporária e três mandados de sequestro de bens, que juntos perfazem aproximadamente R$ 140 mil bloqueados por determinação judicial.

Somadas as ações de hoje, já são 70 operações policiais que visam combater as fraudes. Até o momento, já foram realizados mais de 200 mandados de busca e apreensão, além da prisão de mais de 30 pessoas. As ações estão sendo efetivadas nos estados do Pará, Tocantins, Goiás, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Roraima e São Paulo, com a participação de aproximadamente 140 policiais federais.

A investigação faz parte da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE). Em ação conjunta para identificar fraudes massivas e desarticular organizações criminosas, fazem parte da EIAFAE, juntamente com a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, o Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.