Em busca de respostas, familiares de mulheres mortas por motoqueiro se reúnem com Marconi

Também estiveram presentes no encontro o secretário de Segurança Pública Joaquim Mesquita e os delegados que investigam os casos

Foto: Rodrigo Cabral

Foto: Rodrigo Cabral

Acompanhado do secretário de Segurança Pública Joaquim Mesquita, o governador Marconi Perillo (PSDB) se reuniu na tarde desta terça-feira (12/8) com familiares de algumas das mulheres que foram vítimas de homicídio nos últimos meses, em Goiânia. Segundo assessoria da gestão estadual, o encontro, ideia do próprio governador, serviu para que as famílias obtivessem informações oficiais sobre o andamento das investigações. “Desde o primeiro caso nós temos trabalhado em busca da solução para esses crimes. A polícia trabalha sigilosamente para não atrapalhar as investigações”, garantiu Marconi.

Foram convidados para o encontro, familiares das 17 vítimas que integram a lista dos casos em que os autores dos crimes estavam em motocicletas de cor escura – incluindo uma tentativa de homicídio e a morte de um homem. Deste total, parentes de 12 mulheres assassinadas compareceram à reunião com o governador.

Dentre as famílias presentes, estava a de Beatriz Oliveira, primeira da lista a ser executada por motoqueiro e a de Ana Lídia, morta no dia 2 último enquanto esperava um ônibus no Setor Cidade Jardim.

Durante a reunião, o secretário Joaquim Mesquita e os delegados envolvidos no processo de investigação ouviram vários questionamentos das famílias sobre o andamento dos trabalhos da polícia. Em resposta, o titular garantiu que a força tarefa criada para solucionar os casos está empenhada 24 horas por dia para que os autores dos homicídios sejam presos e encaminhados à Justiça.

Na ocasião, Marconi também esclareceu às famílias que possui total confiança na capacidade das polícias que trabalham nas investigações e garantiu que os culpados pelas mortes serão identificados. “A nossa polícia é tecnicamente muito bem preparada, que sabe investigar, é bem treinada e, com certeza, chegará a todos os criminosos. Alguns casos estão bem encaminhados. Nós não podemos falar das estratégias que estão sendo empregadas para não atrapalhar a investigação”, salientou.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

cristiano

eli e muito cara de pau