Em Brasília, José Eliton discute conclusão de obras do Sistema Corumbá

Construção do sistema garantirá abastecimento para 1,3 milhão de habitantes do Distrito Federal e entorno

Governador em exercício José Eliton em reunião com o ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, Torquato Jardim, e o governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg | Foto: André Saddi

 

O governador em exercício, José Eliton (PSDB), participou na última quarta-feira (11/01), em Brasília, de audiência com o ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, Torquato Jardim. No encontro, foram discutidas importantes questões para a conclusão das obras do Sistema de Abastecimento de Água Corumbá.

A construção do sistema permitirá a produção de 2,8 mil litros de água por segundo. Cerca de 1,3 milhão de habitantes serão beneficiados nas cidades satélites Gama e Santa Maria, no Distrito Federal, além de todo o Entorno Sul, que compreende os municípios goianos de Luziânia, Novo Gama, Valparaíso e Cidade Ocidental.

As obras são executadas por meio de parceria entre Governo de Goiás, por meio da Saneago, e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

Segundo José Eliton, a reunião foi bastante produtiva. “Tratamos de questões muito importantes. São obras de grande relevância para população. Os esforços são fundamentais para garantir segurança hídrica para a região do Entorno do Distrito Federal”, avaliou.

Também estiveram presentes o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), o presidente da Seneago, José Carlos Siqueira, o presidente da Caesb, Maurício Luduvice, entre outras autoridades.

As obras consistem na construção de uma adutora de 28 quilômetros de extensão que vai captar água do Lago Corumbá 4, em Luziânia, e levar para Valparaíso, além de estação elevatória bruta, estação de tratamento de água, linhas de transmissão elétrica para alimentar a captação, subestação elétrica e equipamentos complementares.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.