O vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, e o presidente do Detran-GO, articulam a liberação de recursos federais para projetos voltados para a segurança no trânsito. Eles se reuniram em Brasília nesta quarta-feira, 10, com o titular da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), Adrualdo Catão. 

Um dos focos da visita à capital federal é a ampliação do programa “Sinaliza Goiás”, que já está em vigência, além de outros no radar do Departamento Estadual de Trânsito, como a instalação da “Faixa Azul” exclusiva para motociclistas; e iniciativas de caráter educativo. 

O presidente do Detran, Delegado Waldir Soares, acompanhou o vice-governador à Esplanada dos Ministérios, e ressaltou a importância da ampliação do “Sinaliza Goiás”, parceria entre Governo do Estado e prefeituras para instalação, nos municípios, de sinalização horizontal e vertical. “De fato, algo que provoca impacto imediato na redução do número de acidentes”, ponderou o secretário Catão. Segundo Waldir Soares, 180 cidades goianas já foram contempladas pelo programa; a meta é fechar as outras 66 até o final deste ano. 

O “Faixa Azul”, cujas tratativas estão em fase embrionária, é uma sinalização de segurança cujo objetivo é organizar o espaço compartilhado entre os automóveis e as motocicletas, e deve abarcar, quando sair do papel, todas as cidades da região metropolitana, relatou o presidente do Detran-GO. Waldir Soares ainda mencionou projetos como o “Cidade Mirim” – uma minicidade a ser construída para possibilitar noções reais de vivência de situações no trânsito a crianças – e “Escola de Trânsito”.

“Preparem os respectivos projetos”, recomendou Adrualdo Catão. Na sequência, quando questionado se a Senatran também apoiaria o Detran-GO na formatação de uma Sala de Situação que otimizasse o trabalho dos examinadores – em especial daqueles que atuam no interior -, o secretário respondeu: “Estamos aqui a postos para ajudá-los a simplificar processos, reduzir despesas, e obter o máximo de avanços tecnológicos”. 

Catão também demonstrou disposição em auxiliar o Governo de Goiás quando determinadas demandas tiverem vínculos com outro ministério, como o da Cidades, onde há um setor específico para tratar de mobilidade urbana. “Vamos formalizar nossos pedidos na expectativa de uma atuação proativa por parte da Secretaria Nacional de Trânsito”, completou Daniel Vilela.

Cases de sucesso

Ainda na reunião na sede da Senatran, no prédio anexo ao Ministério dos Transportes, o titular do órgão enfatizou que pretende consolidar parcerias com Detrans de todo país. “Temos tido boas notícias em relação ao de Goiás. Aquilo que vocês entenderem que há chance de ser replicado em outros estados, nos avise. Vamos trabalhar juntos”, ressaltou. 

“O Detran foi, em outras épocas, sinônimo de manchetes negativas. Desde que o governador Caiado assumiu o governo, a história é outra, bem diferente, com foco no atendimento de excelência”, devolveu Daniel.

Também estiveram em Brasília com o vice-governador o diretor de Operações do Detran-GO, Leandro Vilela; e o assessor especial da Vice-Governadoria, Pedro Gonçalves.